Você tem Mal de Alzheimer no day trade?

Como operamos Day Trade em Dólar Futuro, recebo diariamente muitas perguntas operacionais ligadas ao dólar. Algumas dúvidas são ligadas a 2 coisas:

  • Qual você considera o melhor ponto de venda neste momento?
  • Você acha que tem uma compra aí agora?

Pode parecer que as duas perguntas estão relacionadas entre si. Porém, existe na verdade uma grande diferença entre elas.

Esclarecendo os pontos sobre day trade

A primeira pergunta pode estar se referindo a um ponto distante. No qual possivelmente surgirá uma operação que poderá ocorrer em alguns minutos, ou em algumas horas, ou nem ocorrer no dia.

Em suma, a segunda pergunta é momentânea, existe uma vontade de executar o trade naquele determinado momento.

Assim, é aí você me pergunta: O que isso tudo tem a ver?

Respondendo a esta última pergunta sobre day trade, irei narrar um pequeno trecho de uma passagem no dólar durante o dia a dia em nossa Sala ao Vivo:

“Pessoal, o mercado está rompendo topo…vamos ficar de olho.

Rompeu (mercado subindo) o 77, próximo ponto é 83.

UBS tomando (comprando) no 82.

Olha o BTG renovando (ordem iceberg na venda) a venda no 82,5!!!

Renovou Duque (duzentos contratos do cheio).

Renovou Duque novamente.

De novo.

De fato, vendeu mil contratos já.

Continua renovando (vendendo).

UBS tomou (comprou) mais terno (300 contratos do dólar cheio).

Enfim, BTG renovou novamente.

Porque ele não para de vender, já entregou (vendeu dois mil contratos).

Acabou o lote do BTG estão tomando (comprando) no 83 já.

Capital Markets bateu (vendeu) no 82 e calçou (colocou mais ordem) o (2,5) dois e meio na venda.

Configurou venda com stop no 84 …….estou vendido.

Lendo este trade acima, fica claro (pelo menos para quem tem um nível intermediário), que se concretizou uma condição de venda.

Isto acontece a todo o momento do mercado financeiro e, neste caso, o mercado caiu mais 17 pontos após o evento. Este comentário foi feito às 11h05.

Depois disso o mercado andou para baixo e para cima, fez o seu famoso zig zag de compra e venda, deu várias oportunidades de Day Trade.

Exatamente às 16h17min, o preço estava em que ponto? Chegando no 80 e subindo.

Então eis que certa vez ouço a seguinte pergunta:

“Ródnei acima do está vindo para romper, estou pensando em comprar acima do 80, você acha esse day trade bom?”

Eis que intitulo este investidor de TRADER ALZHEIMER. Claro que a pergunta poderia ter vindo de diversas maneiras:

“Mas você acha que é uma boa vender aí?” “O mercado está forte na compra, né, Ródnei?” “Você acha que vai no 92 agora?” “Não tem venda no mercado, né?” “Ródnei, onde você imagina uma venda?”

Por consequência, todas essas perguntas confirmam o TRADER ALZHEIMER, que esqueceu o que aconteceu anteriormente no 82/83 (com o BTG).

Sendo assim, ele mal lembra qual foi o último trade que ele fez, qual foi o lote que colocou, quem foram os players que deram o ganho ou a perda para ele.

Percebo que este mal assombra os Traders no dia a dia. Principalmente quando se está iniciando e não se tem uma leitura muita apurada, ainda. Porém, isso também ocorre com pessoas que estão mais preocupadas em clicar na boleta do que saber o que está fazendo e o porquê daquele Trade.

O mercado é uma repetição de movimentos. Apesar de haver mudanças constantes no estilo de execução, lotes, sequências, essas repetições tendem a acontecer.

Portanto, para se superar no mercado é preciso prestar atenção aos movimentos, tentar entender os Big Players, não entender o que eles estão fazendo no dia, na semana e no mês, mas entender o que eles estão tentando fazer naquele determinado momento.

O Mercado tem memória! Assim como naquele exemplo dado, claro que haveria uma resistência formada no ponto do 82/83. Não necessariamente você precisaria trabalhar apenas vendendo. No entanto, o que você faria se chegasse no 82 e o BTG colocasse 200 contratos na venda no 83?

Quanto à segunda pergunta sobre day trade lá do início, responderei na postagem seguinte.

Vejo você no próximo Post!