Trade na Mão > Sobre nós

A história da Trade na Mão e do Ródnei Dias se misturam

Do fracasso ao sucesso

O próprio Ródnei conta como a jornada dele começou: "Comecei a operar em 2002, enquanto trabalhava numa multinacional e estava nos Estados Unidos. Por lá, era muito comum o investimento em renda variável. Quando conheci mais sobre o mercado financeiro, isso me encheu os olhos.

Confira no vídeo a história do Ródnei

Voltei ao Brasil e continuei operando aqui. Mesmo no trabalho, não conseguia tirar o olho da tela. Em um certo ponto, saí do meu emprego estável para trabalhar apenas com trade.

Fiz muita grana, muita grana mesmo e realizei os meus sonhos. Tinha apartamento de cobertura, morava de frente para a praia, só andava por aí de carrão.

Com todo esse sucesso, acabei me tornando responsável por um fundo de investimentos. Operava todo dia com gosto, mas gostava mais ainda do que aquilo me dava. Eu brigava de igual para igual com os grandes. Até que um dia, eles me perceberam.

Sempre tive na minha cabeça de que o pessoal de investimentos fala muito em espalhar os ovos em várias cestas. O meu conceito na época era o contrário: põe tudo numa cesta só e cuida da cesta.

" Em 15 minutos, eles me colocaram num buraco que não consegui mais sair. Perdi tudo, absolutamente tudo.

Tudo o que eu tinha comprado era a prazo porque na minha cabeça, a grana não ia parar de entrar. E parou. Cheguei ao fundo do poço.

Eu tinha uma filha pequena. Ela tinha acabado de nascer na época. Além disso, estava afastado do mercado de trabalho há alguns anos quando perdi tudo. Saía todo dia para procurar emprego e não encontrava oportunidade nenhuma.

Então chegou um ponto que eu não tinha mais o que fazer, não tinha mais o que comer, não tinha mais dinheiro para nada. Até que eu vi um anúncio numa placa de uma casa em construção. Tinha lá escrito: procura-se ajudante de pintor.

Não pensei duas vezes, comecei a trabalhar como ajudante de pintor para garantir a minha sobrevivência básica. No final do primeiro dia de trabalho, com maior vergonha, precisei chamar o pintor no cantinho e falei para ele: “será que você não poderia me ajudar? Sei que todo mundo pede para você, mas será que você não poderia me adiantar uns trinta reais? Eu não tenho mais o que comer em casa”.

Ele me adiantou os R$30,00 e quando aconteceu isso, eu lembrei de todos os R$1,00 que eu dava na rua para um guardador de carro, todo o dinheiro que desperdicei antes de me faltar, comecei a lembrar dos detalhes. Como um real faz falta quando você não tem nada.

Tive que recomeçar pequeno. Depois de algum tempo como ajudante, quando a obra acabou, me ofereci para trabalhar em uma lojinha de ferramentas. O acordo era do dono me pagar apenas se gostasse do meu trabalho. Se achasse que o meu trabalho não valia nada, não precisava me dar nem um centavo.

Após um mês de trabalho duro, reorganizando a loja, recebi o contato de uma outra multinacional. Pouco depois, me ofereceram o dobro em outra grande empresa. Me restabeleci trabalhando em um emprego estável na área industrial.

" Depois de tudo aquilo, eu não queria saber mais de trade.

Voltei para para para vida normal. Conseguindo sobreviver bem, conseguindo guardar um dinheiro. Mudei todo meu conceito de ganância. Mas operar é o que eu mais gosto. Estar na tela, vendo oportunidades e lucrando.

Com outro mindset, sabendo o que fazer não só para ganhar, mas principalmente para não perder. Comecei a juntar dinheiro e a me preparar, estudar, para voltar a ser trader. Acredito que o aprendizado seja fundamental.

Quando percebi que já tinha uma reserva suficiente, voltei a fazer trades. Foi nessa volta que conheci o dólar futuro. Após mais de um ano tentando, consegui virar a chave.

Opero apenas dólar futuro há cinco anos. Ele me deu a vida abundante que sempre sonhei, com conforto para minha família e sem me preocupar com preços.

Fui do fundo do poço até o novo sucesso e o day trade é o responsável de tudo o que tenho hoje.

E por que ministrar cursos?

Por ser um trader com ganhos muitos consistentes, diversas pessoas perguntam ao Ródnei qual foi o motivo que o levou a dar cursos.

Ele mesmo responde: "Meus ganhos vêm majoritariamente do day trade e, apesar de estar cada vez mais focado no educacional e em soluções tecnológicas, o mercado é a minha verdadeira paixão. Eu não vou deixar de operar por nada nesse mundo. Sou bom no que faço e gosto muito. Por esse motivo eu resolvi ter uma equipe que me ajudasse nesse caminho, assim eu não preciso deixar de operar um dia se quer.

Mas, desde 2017, quando comecei a minha primeira sala ao vivo, descobri uma nova vocação: ensinar. Eu vejo nas pessoas que chegam a mim a mesma situação pela qual eu passei lá atrás. E eu gostaria de, naquela época, ter tido alguém que me ensinasse tudo o que era de mais importante. Tive vários guias de diversos assuntos por certo tempo, mas também passei por várias furadas.

Por isso, vendo os resultados que consegui atingir e onde cheguei, resolvi contribuir na corrente positiva da vida: passando adiante tudo o que eu sei. O objetivo é facilitar o caminho que já é muito árduo sozinho. Afinal, essa profissão mudou a minha vida, e eu sei que pode mudar de muitas outras.

Já passaram centenas de alunos pelos meus programas educacionais e me realizo com as conquistas de cada um deles a cada dia que passa. Meu desejo agora é poder deixar um legado, quero fazer algo de bom na vida de cada um.

" Quero ser parte da mudança na vida das pessoas.

O Dólar ao Vivo

O Dólar ao Vivo foi o resultado do início do projeto educacional do Ródnei Dias. Com o início da Sala ao Vivo, veio o Dólar ao Vivo, que existiu entre 2017 e 2019 oferecendo programas para a profissionalização de traders e recursos para auxiliar na obtenção de resultados.

Centenas de alunos utilizaram e aprovaram as soluções proporcionadas. Eventualmente a necessidade de algo novo, algo que atendesse a mais traders, algo que fizesse ainda mais diferença na vida se mostrou. Foi assim que o Dólar ao Vivo se tornou Trade na Mão.

Transformação em Trade na Mão

A Trade na Mão é a nova fase do projeto, que busca oferecer não só as soluções educacionais mas também de tecnologia para traders.

Se por um lado o nome Dólar ao Vivo acabou se tornando obsoleto por não existir apenas a Sala ao Vivo, por outro reformulamos a nossa comunicação com traders e futuros traders, deixando as portas sempre abertas e encontrando cada vez mais formas de entregar aprendizado a todos.

O que queremos, tanto a Trade na Mão quanto o Ródnei Dias pessoalmente, é auxiliar as pessoas em suas jornadas como day traders e alcançar tudo aquilo que elas planejaram como objetivo.

Soluções criadas pelo Ródnei através da Trade na Mão

Os anos de experiência do Rodnei juntamente com a capacidade tecnológica da Trade na Mão trouxeram essas incríveis soluções para você:
  • Trade Points

    Tenha todos os pontos mais importantes do dólar futuro na sua tela de uma maneira fácil de visualizar. Saiba mais
  • Sala ao Vivo

    Junte-se a nós durante o pregão do dólar e torne-se membro de um grupo vencedor de traders. Saiba mais
  • Melhor Mão

    Receba uma análise completa de todos os seus trades e tenha insights que vão revolucionar o seu operacional. [EM BREVE]
  • Curso Básico Gratuito

    Ródnei Dias te mostra que é o dólar futuro e como ganhar dinheiro com ele. Saiba mais
  • Curso Dólar na Prática

    Conheça na prática 8 técnicas simples que vão te ensinar a realizar lucro no mercado financeiro imediatamente. Saiba mais
  • Curso Dólar Expert

    Tenha acesso ao operacional mais avançado de day trade com métodos comprovados para você alcançar a consistência. Saiba mais